blank

Web Designer VS Web Developer – Quais as diferenças?

Desenvolver um website é uma tarefa que envolve diversos talentos e conhecimentos técnicos. Para construir uma página que possua, na sua essência, conteúdos interativos, por exemplo, provavelmente irá necessitar de várias habilidades associadas aos cargos de Web Designer e de Web Developer. Isto porque, certamente, precisará de uma dimensão técnica de programação e de um “olho clínico” para interfaces gráficas.

blank

Web Developer

Um Web Developer (ou Programador Web) é caracterizado por ser um profissional cuja função principal assenta no desenvolvimento de páginas web a partir de desenhos, ou esquemas. Falamos de alguém que, efetivamente, se debruça em toda a lógica e em toda a interatividade das páginas focando-se, deste modo, em questões mais complexas do universo da programação.

O Programador Web idealiza o website como uma aplicação “normal”, só que com a particularidade de funcionar na internet. É da sua responsabilidade gerir a vertente visual, a base de dados e a vertente do servidor.

De forma sintetizada, um Web Developer tem a função de transformar o “esqueleto” de uma página em algo funcional, atentando na lógica cliente-servidor que estrutura a internet e opera, no seu quotidiano, com elementos de um desenvolvimento padrão, como estruturas de repetição, estruturas condicionais e díspares variáveis. Faz, de igual forma, parte das suas funções a realização de testes e a depuração do website. Ou seja, necessita executar algumas funções com o objetivo de encontrar erros e de analisar profundamente o fluxo de funcionamento para repará-los.

 

Tipos de Web Developer

Tal como quase tudo o que existe na área de Tecnologias de Informação, podemos subdividir os Programadores Web em três categorias: front-end, back-end e full-stack.

Front-end

O Programador Front-end é o responsável por estruturar a parte visual do website, ou seja, preocupa-se com todos os elementos que os utilizadores veem e com que interagem: botões, menus, carrosséis, links, imagens, vídeos, caixas de formulário, entre outros. Utilizam, para o efeito, linguagens de marcação e de programação como HTML, CSS e JavaScript.

Back-end

O Programador Back-end, por outro lado, trabalha com a estrutura interna da aplicação web, com tudo o que não é visível ao público, como por exemplo a comunicação com a base de dados, a validação de informações enviadas pelo utilizador, etc., o que faz com que se trate de um trabalho mais voltado à infraestrutura e menos intuitivo do que o do Programador Front-end. A linguagem de programação principal mais utilizada por este profissional, nos dias de hoje, é o PHP.

Full-stack

O Programador Full-stack é o profissional que lida com as duas funções de um website sendo capaz de o construir inteiramente de forma autónoma, já que domina assuntos do front-end e do back-end. Como é obvio, face aos apresentados acima, este tipo de pessoa é bastante valorizada no mercado.

 
blank
 

Web Designer

Terminada a definição de Web Developer, está na altura de examinarmos o que efetivamente faz um Web Designer.

O Web Designer é o profissional que desenvolve interfaces visuais que, posteriormente, serão utilizadas por alguém. É, desta forma, uma pessoa focada em criar um conjunto de ecrãs e modelos que atendem a algum objetivo e que serão usados de acordo com determinados fluxos de funcionamento.

Este especialista lida, essencialmente, com wireframes, protótipos e rascunhos esquemáticos que organizam as informações de uma determinada composição, sempre em consideração a diversos aspetos como os padrões do mercado e as necessidades de um público específico.

Falamos, assim, de uma pessoa que atua na área visual e que, seguidamente, transmite as suas indicações ao Programador Web, que iniciará a construção do website do zero, a partir do esquema.

 

Tipos de Web Designer

À semelhança do anterior, também existem categorizações por tipo de Web Designer:

UX – User Experience

O UX Design (experiência do utilizador) preocupa-se com as emoções dos utilizadores, assim como das suas sensações ao utilizarem alguma interface primando, logicamente, pela melhor utilização possível. O UX Designer orienta pesquisas, por exemplo, para tentar chegar a um determinado perfil. É um profissional orientado por métodos de experiência e testes para desenvolver a melhor versão do que lhe foi proposto.

UI – User Interface

O UI Design atua na interface do utilizador e nas funcionalidades de cada elemento de uma composição. Assim sendo, o UI Designer é a pessoa que manipula botões, menus, cores, tipografias, imagens, formatações e outras questões, sempre com base na qualidade de uso e o objetivo final daquele produto. É um design mais focado no produto em si.

Web Designer visual

Por último, o Web Designer visual opera como um designer geral que, obviamente, se foca em aplicações web. É, portanto, o membro da equipa que trabalha com software visual, como o Adobe Photoshop, o Adobe Illustrator, o Figma, e/ou o Corel Draw, com o propósito de criação de rascunhos e representações visuais de ecrãs: mockups, wireframes e outros.

 

Diferenças entre Web Designer e Web Developer

Se chegou até aqui, certamente já terá percebido que o Web Designer e o Web Developer trabalham juntos, literalmente “de mãos dadas”. No entanto, apesar de serem dois profissionais frequentemente confundidos, os seus propósitos variam bastante.

Uma das mais significativas diferenças é a questão da função principal. O Web Developer desenvolve um sistema que deverá funcionar na web, com lógica de programação e noções de criação de produto, enquanto o Web Designer cria ecrãs e uma identidade visual para o projeto, sempre com atenção ao respetivo público-alvo.

O Programador Web trabalha com linguagens de programação, como JavaScript, Python e PHP, sendo que o Designer Web não precisa, imperativamente, de possuir conhecimentos em programação. Em alguns casos, os Web Designers utilizam linguagens de marcação, como HTML e CSS, sem uma lógica e sem conhecimento de elementos mais técnicos.

 

A Filipengine possui um leque de profissionais qualificados nas áreas de Web Development e Web Design, prontos para trabalharem consigo! Contacte-nos ainda hoje e comece já a tirar proveito das inúmeras maravilhas do mundo digital.

Filipe Sá Martins

Fundador e CEO da Filipengine - Sistemas de Informação. Especialista em Programação e Marketing Digital. Formador e E-Formador certificado. Consultor e investigador. Aspirante a Engenheiro Informático (Universidade Lusófona do Porto), Técnico Superior Profissional em Programação de Sistemas de Informação (Universidade de Aveiro) e Técnico Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos, com experiência como team leader há mais de 6 anos.

Mais artigos do autor

Adicionar comentário:

A Filipengine utiliza cookies para melhorar a sua experiência online. Para mais informações, consulte a nossa
blank