O teletrabalho é a realização e prestação de serviços fora da empresa, através do recurso às tecnologias de informação e comunicação, podendo ser prestado em casa do colaborador, bem como em qualquer outro local fora da empresa.

“Nos dias que correm, faz muito mais sentido ser o trabalho a ir ao encontro dos trabalhadores e não o contrário”. – Jack Nilles, o “Pai do teletrabalho”.

Será o teletrabalho um sonho ou um pesadelo?

Trabalhar em casa não é para todos exige organização, disciplina e constante motivação. Dizer não à procrastinação do “depois eu faço” é fundamental.
Para muitos, o facto de o patrão não estar constantemente a pressionar e a controlar é um sonho, porém, para outros, a falta de comando leva, muitas vezes, à pouca produtividade e desmotivação. Nem todas as pessoas se adaptam a não ter horário fixo e a falta de supervisão.

É por isso importante ter em conta certas características antes de contratar um colaborador para esse campo. Para trabalhar a partir de casa, o candidato deve ter automotivação, disciplina, criatividade e espírito inovador, capacidade de socialização para evitar o isolamento, dividir o trabalho da família e entender certos vícios que se podem desenvolver nesta atividade.

Vantagens e desvantagens do teletrabalho para uma empresa

O trabalho remoto traz diversas vantagens para uma organização como, por exemplo, o aumento da produtividade, a redução dos custos, a flexibilidade organizacional, o aumento da qualidade e dos serviços prestados aos clientes, a possibilidade de surgimento de novos negócios.
São vários os estudos que concluem que o teletrabalho realmente aumenta a produtividade entre 30 a 60%. Isto porque, aparentemente, se aproveita o tempo que perdemos em deslocações e se constata uma redução dos índices de stress entre os profissionais.

A flexibilidade organizacional é outro ponto a favor, pois, segundo especialistas, o teletrabalho torna os processos de decisão mais rápidos.

A redução dos custos é, possivelmente, a maior e mais importante vantagem do trabalho remoto para uma empresa. Poupa no espaço, nos recursos materiais e nas despesas de transporte, alimentação, acidentes de trabalho ou faltas dos colaboradores.

Embora existam imensas vantagens, também há alguns contras como a dificuldade em supervisionar o trabalho, os riscos associados à segurança proteção de informação, o enfraquecimento dos laços entre a equipa e a resistência à mudança.

Vantagens e desvantagens do teletrabalho para o colaborador

As vantagens do teletrabalho a nível individual passam pela diminuição de custos, a melhoria da qualidade de vida, a redução dos deslocamentos entre a residência e o trabalho, o aumento das oportunidades de trabalho, o aumento da satisfação e motivação e a melhoria na produtividade e na criatividade.

As desvantagens passam pelo isolamento social e profissional, a segurança no ambiente de trabalho, o stress e os problemas físicos, conflitos familiares e extensão da jornada de trabalho.

É, por isso, necessário gerir bem o tempo. Se está com dificuldades em se adaptar ao teletrabalho, deixamos algumas dicas para o ajudar.

Dicas manter a produtividade

1.Escolha um espaço da casa só para trabalho – ao evitarmos trabalhar numa zona de lazer, recebemos um boost de motivação para trabalhar sempre que estamos nessa zona. Desta forma, também é mais fácil separar a vida profissional da pessoal.

2.Criar horários – defina bem os seus horários para evitar aquela pausa de “só 5 minutos” e não voltamos mais produtivos. No entanto, pode optar por fazer os horários de forma a ser produtivo para si, inserindo pausas nas alturas certas com o tempo certo.

3.Comunicar frequentemente com a equipa – a comunicação é essencial para o sucesso de uma equipa remota. É necessário ser-se mais proativo para esclarecer dúvidas ou pedir informações.

4.Manter a ligação humana – estando em casa, são menos as oportunidades de conviver com os colegas de trabalho e, desta forma, fortalecer a ligação. Devemos criar um espaço para termos conversas informais, de forma a aumentar o contacto com os restantes membros da equipa.
 

Sobre o autor

COO (Chief Operating Officer) at Filipengine - Sistemas de Informação.

Comentar

English EN Portuguese PT
Copy link
Powered by Social Snap