Para além do BPI, BCP, Crédito Agrícola e Santander, a Caixa Geral de Depósitos (CGD) confirma que vai começar a cobrar 88,4 cêntimos por cada transferência via MB WAY.

Esta taxa vai já entrar em vigor a partir do dia 25 de janeiro de 2020. O banco público definiu a “taxa” de 88,4 cêntimos (já com Imposto do Selo), segundo o jornal ECO,  a aplicar às transferências efetuadas a partir dos serviços MB WAY (custo unitário).

No entanto, a Caixa Geral de Depósitos não é das mais caras, tendo em conta que o BPI e o BCP cobram 1,248€ por cada transferência feita através da app MB WAY. Já o Santander Totta cobra 93,6 cêntimos para tais operações.

Se as transferências forem feitas através da app oficial da CGD, estas são grátis!

Tal como acontece nos outros bancos, as transferências via app oficial não têm comissões. Através das app Caixa Direta e Caixa Easy mantêm-se as atuais isenções.

A app MB Way é um dos serviços que mais se tem destacado para a realização de pagamentos digitais. Apesar de alguns bancos terem começado a cobrar pelas transferências dentro da app, há outros que se mantêm fiéis aos princípios do serviço e as transferências continuam gratuitas.

 

Sobre o autor

Degree in Secretarial and Business Communication

Comentar

English EN Portuguese PT
Copy link
Powered by Social Snap